UNICEUNA - Centro Universitário Natalense

Esqueci minha senha | Como acessar

Memorizar e aprender: compreendendo e desenvolvendo estratégias práticas para maximizar seu potencial

Memorizar e aprender: compreendendo e desenvolvendo estratégias práticas para maximizar seu potencialImagem: Freepik

Em um cenário cada vez mais dinâmico, onde as informações fluem em tempo integral, a habilidade de memorizar e aprender eficientemente torna-se uma vantagem valiosa.

Hoje, abordaremos métodos e técnicas efetivas para aprimorar sua base para o desenvolvimento contínuo, buscando aprimorar sua capacidade cognitiva. Continue lendo!

Veja também: Dicas de estudos: aprenda a organizar sua rotina para turbinar seu aprendizado

Compreendendo a base: memorização e aprendizagem

Memorizar e aprender: compreendendo e desenvolvendo estratégias práticas para maximizar seu potencialImagem: Freepik

Antes de nos aprofundarmos nas estratégias para otimizar a memorização e aprendizagem, é fundamental entender os fundamentos desses processos cognitivos.

A memorização é o ato de armazenar informações para posterior recuperação. É o processo pelo qual nosso cérebro registra e retém dados, permitindo-nos lembrar eventos passados, fatos específicos ou habilidades aprendidas.

Este processo vai além de uma mera repetição, pois envolve a consolidação das informações para que se tornem acessíveis quando necessário.

Por outro lado, a aprendizagem caracteriza um processo mais amplo que abrange a aquisição de conhecimento ou habilidades. Ou seja, a capacidade de assimilar novas informações, compreender conceitos e aplicar esse conhecimento de maneira significativa.

Conheça os tipos e as funções da memória

A memória é um sistema complexo, dividido em diferentes tipos, cada um desempenhando funções específicas:

1 - Memória de curto prazo: Responsável por reter informações por um curto período, geralmente alguns segundos a minutos. É crucial para atividades diárias, como lembrar um número de telefone temporário.

2 - Memória de longo prazo: Armazena informações de forma mais permanente. Aqui, encontramos conhecimentos acumulados ao longo do tempo, como lembranças de infância ou habilidades aprendidas.

3 - Memória de procedimento: Relacionada a habilidades motoras e procedimentos, como andar de bicicleta ou dirigir um carro.

4 - Memória semântica: Envolvida na retenção de fatos e conceitos gerais, como conhecimento acadêmico.

O cérebro, complexo e surpreendente, processa e armazena informações por meio de conexões neurais.

À medida que aprendemos e memorizamos, essas conexões são fortalecidas, formando a base para nosso entendimento do mundo ao nosso redor.

Veja também: Inteligência emocional: conheça sua definição, saiba qual é a sua importância e como desenvolvê-la

7 técnicas de memorização e aprendizagem: pratique-as já!

Memorizar e aprender: compreendendo e desenvolvendo estratégias práticas para maximizar seu potencialImagem: Freepik

A capacidade de memorizar e aprender está diretamente ligada à nossa atenção e concentração.

Quando estamos focados em uma tarefa, nosso cérebro é mais eficiente na absorção e retenção de informações. Desse modo, manter o foco é essencial para garantir que o processo de memorização e aprendizagem seja eficaz.

Confira técnicas e métodos práticos que podem transformar o modo como você absorve novas informações:

1 - Repetição:

A repetição é uma das formas mais simples e eficazes de memorização. Ao revisar regularmente as informações, você reforça as conexões neurais, facilitando a recordação.

Por exemplo, ao estudar para uma prova, revise os conceitos-chave, espaçando as sessões de estudo ao longo do tempo.

2 - Associação:
Associar novas informações a conhecimentos pré-existentes é uma estratégia poderosa. Se estiver aprendendo um novo idioma, relacione palavras a imagens mentais ou a experiências pessoais. Essa conexão facilita a retenção.

3- Elaboração:
Ao explicar conceitos com suas próprias palavras, você internaliza e compreende melhor o material.

Ao aprender algo novo, como um conteúdo que você sentia dificuldade, tente ensiná-lo a outra pessoa. Isso irá reforçar seu próprio entendimento.

4 - Revisão:
A revisão regular, especialmente de informações anteriormente aprendidas, é vital.

Por isso, é importante construir o hábito de revisar os conteúdos estudados e matérias aprendidas.

5 - Mnemônica:
Utilize técnicas mnemônicas, como acrônimos ou associações incomuns, para facilitar a memorização. Ao memorizar uma lista, crie uma frase utilizando as primeiras letras de cada item, por exemplo. Isso certamente poderá te ajudar!

6 - Mapa mental:
Desenvolva mapas mentais para representar visualmente conceitos interligados. Isso é especialmente útil ao aprender um novo tópico, ajudando a organizar informações de maneira clara e hierárquica.

7 - Resumo e esquema:
Resumir informações complexas e criar esquemas claros são ferramentas valiosas. Ao estudar para uma prova, por exemplo, destaque os pontos-chave e organize-os de maneira lógica. Acredite, essa prática fará toda a diferença.

A vida universitária é uma oportunidade única para expandir horizontes, questionar, e descobrir novas paixões, vocações e propósitos.

Seja ao estudar para uma prova desafiadora, aprender um novo idioma, ou adquirir habilidades práticas, lembre-se de que a jornada do aprendizado é tão valiosa quanto o destino.

À medida que você enfrenta novos conhecimentos e desafios, celebre cada pequena conquista e esteja aberto às oportunidades de crescimento. Vá em frente!

Veja também: Além do diploma: entenda o papel das Softs Skills na jornada acadêmica e mercadológica

Venha para UNICEUNA e estude em um centro de referência e preparado para te fazer chegar aos seus objetivos!