UNICEUNA - Centro Universitário Natalense

Esqueci minha senha | Como acessar

Além do diploma: entenda o papel das Soft Skills na jornada acadêmica e mercadológica

Além do diploma: entenda o papel das Soft Skills na jornada acadêmica e mercadológicaImagem: Freepik

Na era atual, a educação superior vai além do domínio de conhecimentos técnicos e teóricos. Além das disciplinas específicas de cada curso, as empresas e a sociedade em geral têm valorizado cada vez mais as chamadas "Soft Skills".

O termo diz respeito às habilidades socioemocionais que desempenham um papel crucial no sucesso profissional e pessoal.

Neste artigo, exploraremos a importância do desenvolvimento de Soft Skills na jornada universitária e mercadológica. Continue lendo até o final!

Soft Skills: qual é a sua definição e quais são elas?

Além do diploma: entenda o papel das Soft Skills na jornada acadêmica e mercadológicaImagem: Freepik

Para compreender plenamente o papel das Soft Skills na formação acadêmica e profissional, é essencial desvendar o conceito por trás dessa expressão.

As Soft Skills referem-se a um conjunto de habilidades interpessoais, comportamentais e emocionais que transcendem as competências técnicas específicas de uma área de estudo.

Elas abrangem aspectos cruciais do comportamento humano, contribuindo para o sucesso no ambiente de trabalho e nas relações pessoais.

Confira quais são as habilidades mais valorizadas:

1 - Comportamento e personalidade:
As soft skills incluem características ligadas ao comportamento e à personalidade, como a ética profissional, a responsabilidade, a adaptabilidade e a proatividade.

Profissionais que demonstram essas qualidades muitas vezes se destacam, mostrando uma capacidade de se ajustar a novos desafios e manter uma abordagem positiva diante das adversidades.

2 - Comunicação e colaboração:
A capacidade de se expressar de maneira clara e eficaz, bem como a aptidão para trabalhar em equipe, são elementos centrais das soft skills.

Sendo assim, colaboradores que se comunicam bem e colaboram harmoniosamente contribuem de forma significativa para ambientes de trabalho produtivos e saudáveis.

3 - Criatividade e inovação:
A criatividade impulsiona a inovação. Indivíduos capazes de pensar de maneira criativa e encontrar soluções inovadoras são altamente valorizados no mercado de trabalho.

4 - Liderança:
A liderança, mesmo em contextos não gerenciais, é uma habilidade que transcende cargos formais.

A capacidade de influenciar, motivar e orientar colegas é uma soft skill valiosa para promover a eficácia de equipes e alcançar objetivos coletivos.

5 - Resolução de problemas:
Profissionais dotados de habilidades analíticas e de resolução de problemas são fundamentais para enfrentar desafios complexos.

A capacidade de abordar situações problemáticas com uma mentalidade crítica e encontrar soluções eficientes é altamente valorizada.

6 - Inteligência Emocional:
Compreender e gerenciar as próprias emoções, bem como a capacidade de se relacionar efetivamente com as emoções dos outros, constitui a inteligência emocional.

Essa soft skill é essencial para construir relacionamentos sólidos e promover um ambiente de trabalho saudável.

5 dicas para desenvolver Soft Skills

Além do diploma: entenda o papel das Soft Skills na jornada acadêmica e mercadológicaImagem: Freepik

A educação superior não é apenas um terreno fértil para a aquisição de conhecimentos acadêmicos; é também um ambiente propício para o cultivo das tão essenciais Soft Skills.

O desenvolvimento dessas habilidades socioemocionais não ocorre por acaso, mas sim por meio de estratégias pedagógicas deliberadas e métodos de ensino que enfatizam a formação integral dos estudantes. Vamos explorá-las:

1. Aprendizagem Baseada em Projetos (ABP):
A ABP é uma metodologia que coloca os estudantes no centro do processo de aprendizagem, desafiando-os a resolver problemas do mundo real.

Engajando-se em projetos práticos, os alunos não apenas aplicam conhecimentos teóricos, mas também desenvolvem habilidades como trabalho em equipe, resolução de problemas e comunicação.

2. Aprendizagem colaborativa:
A colaboração é uma pedra angular das Soft Skills. Atividades que promovem a aprendizagem colaborativa, como projetos em grupo, estimulam a comunicação eficaz, a negociação de ideias e a compreensão das perspectivas dos outros.

Interações como essas são vitais para o desenvolvimento da empatia e da capacidade de trabalhar em equipe.

3. Aprendizagem por problemas:
A resolução de problemas é uma habilidade crítica. Ao enfrentar desafios práticos, os estudantes não apenas aplicam conhecimentos teóricos, mas também aprimoram habilidades analíticas e de resolução de problemas.

Essa abordagem estimula a criatividade e a inovação, contribuindo para o desenvolvimento de soft skills valiosas.

4. Gamificação:
A introdução de elementos de jogos na educação, conhecida como gamificação, pode ser uma maneira envolvente de desenvolver soft skills.

Jogos educativos podem incentivar a competição saudável, a tomada de decisões e o pensamento estratégico, enquanto mantêm os alunos motivados e engajados.

5. Cultura de feedbacks:
O feedback construtivo é fundamental para o crescimento pessoal e profissional. Incorporar práticas de feedback regular e avaliação formativa permite que os estudantes compreendam suas habilidades, identifiquem áreas de melhoria e desenvolvam a capacidade de receber críticas de maneira construtiva.

Veja também: Como o ensino superior transforma vidas através da responsabilidade social

Venha para UNICEUNA e estude em um centro de referência e preparado para te fazer chegar aos seus objetivos!